sábado, 7 de junho de 2014

Qual a “culpa” do PT?
















Não sou petista e tenho fortes críticas aos governos Lula e Dilma. Tendo votado no PT em 2002 e esperando que o governo avançasse em, pelo menos, algumas questões estruturais, acabei sendo uma das lideranças sindicais de esquerda ( à época estava na coordenação do SINTUFSC), que, logo em seguida da posse – três meses depois – já denunciava o grande golpe dado nos trabalhadores públicos com a contra-reforma da Previdência. Assim, deixando claro aos provocadores de plantão, tenho, desde então, observado com olhar crítico a ação governamental petista, e não posso deixar de dizer que muito me incomoda essa enxurrada de bobagens – obviamente eleitoreiras - que tem sido ditas nas redes sociais sobres os males do nosso país.

As pessoas estão morrendo nos hospitais. Não é “culpa” do PT. Também, mas não só. Desde sempre, nos sucessivos governos da República, e antes, do Império, que a saúde das populações empobrecidas está entregue às moscas. Os hospitais sempre estiveram lotados e sem condições de atendimento, porque os municípios – governados pelos mais diferentes partidos  - administram mal a política de saúde, com postos sem médico e precariamente equipados. A educação vai mal. É verdade! Mas, quando não foi? Desde quando que os pequeninos das comunidades rurais, ou das áreas urbanas empobrecidas tiveram condições reais de estudar? Em qual governo isso se deu?

As grandes cidades se enchem com as chuvas? Obviamente. Desde o início do processo de desenvolvimento urbano que a organização das cidades não respeita o leito dos rios, córregos e ribeirões. Mas, quantos foram os governo que sucessivamente passaram, apostando nessa lógica insana do crescimento a qualquer preço, sem levar em consideração a realidade da natureza? 

O PT tem a sua cota de responsabilidade, é claro. Esperava-se que por vir de raízes populares tivesse outra forma de lidar com os problemas. Mas, não aconteceu. Apesar de ao longo dos governos de Lula e Dilma terem crescido as políticas sociais voltadas aos empobrecidos, o governo petista não tocou nos grandes nós estruturais.  Muita gente saiu da miséria absoluta, e isso é coisa louvável. As políticas de distribuição de renda, ainda que ínfimas, em alguns lugares e para algumas famílias significam a linha entre a vida e a morte. Mas, ainda são políticas compensatórias que raramente emancipam. 

Milhares de jovens no interior desse país agora podem cursar a universidade. É um fato. Os governos petistas criaram universidades em lugares inauditos, inimagináveis. E propiciaram que outras tantas faculdades privadas surgissem nas cidades mais longínquas. Como negar a importância disso? O ensino não tem muita qualidade, os empresários da educação enchem seus bolsos, mas alguns jovens que jamais teriam oportunidade de cursar o terceiro grau, o estão fazendo. Precariamente, é certo, mas há os que se superam e vão adiante. Sempre fiz a crítica às políticas de engordamento do bolso privado e sigo fazendo. Mas, já me emocionei com famílias amigas que foram ver a formatura de seus filhos, coisa impensável até alguns anos atrás em uma cidade como Cristalina, interior de Goiás, ou João Pinheiro, interior de Minas.  Também é importante a consolidação da política de cotas, que trouxe os negros e os índios para dentro dos muros das universidades, obrigando uma das instituições mais fechadas do país a se confrontar com a cara real das gentes brasileiras. 

Só que as coisas boas – poucas, porque permeadas de complexidades  - que se podem apontar no governo petista não são suficientes se realmente queremos um mundo diferente. Precisamos de um estado que enfrente o modo de vida capitalista. Precisamos de governantes que balancem as estruturas, que sejam capazes de mudar as coisas, na sua raiz. Então, se alguma “culpa” o PT tem é a de não ter pego o bonde da história, aquele que produziria a mudança, coisa que poderia ter feito, tamanha a popularidade de Lula no primeiro mandato. Em vez disso, o governo se manteve nos limites da “governabilidade”, adoçando os lábios da pobreza, enquanto segue alimentando com manjares a voracidade dos capitalistas, dos grandes empresários, dos donos de terra. Comporta-se como os demais, embora permita uma certa distribuição de renda via políticas públicas.  

Por isso não acho justo atribuir ao PT a “culpa” pelos males do país. Esses problemas estruturais estão aí desde a colônia e temos de seguir fazendo frente a eles, com críticas e propostas. Por conta disso sinto-me muito confortável para criticar as políticas governamentais sem correr o risco de me assentar do lado direito da “assembleia”, que seria o lugar dos conservadores dos reacionários. Não o sou. Por outro lado, não consigo permanecer impávida diante da crítica daqueles que durante toda uma vida chuparam o sangue dos brasileiros e que agora querem fazer crer aos incautos e desinformados que todos os males  - que eles mesmos ajudaram a aprofundar – são de única responsabilidade do governo que aí está. Não reconheço essa crítica e não aceito. 

Essa semana, durante o Encontro Nacional de Economia Política (ENEP), uma economista, defendendo as políticas do governo petista, dizia: “prefiro apoiar esse governo, que consegue implementar pequenos avanços, porque nele posso ter mais chance de arrancar coisas melhores”.  Fiquei a pensar e cheguei a conclusão de que não concordo. Um governo do PSDB, do DEM, ou do PP não me servem, porque eles estão claramente comprometidos com a elite e não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria. Mas o governo petista, bem como o de seus aliados, PMDB e PC do B, também está ajoelhado diante da elite, sem coragem de dar passos mais ousados. Teve a chance. Não o fez. Logo, não pode representar nada além disso que já está aí. E, como disse, até fez algumas coisas boas, mas absolutamente insuficientes no sentido de uma mudança real de paradigmas. 

Assim que ainda estamos diante do desafio de encontrar outro caminho, que, creio, certamente não passa pela via eleitoral. Como bem definiu o economista Marcelo Carcanholo, também no XIX ENEP, não podemos ter como horizonte administrar o estado capitalista dependente, porque ele seguirá exigindo o que o sistema determina. E, nesse espectro, o governante tem pouca margem de manobra. Passinhos de formiga. É o caso do governo atual. 

Então, nesses dias que antecedem a Copa e as jogadas eleitorais, é hora de refletir sobre o mundo que queremos, ancorados nas nossas utopias. É esse lá-na-frente, ainda não chegado,  mas possível, que precisa servir de bússola para nossa ação.  Mas, a crítica, necessária, deve ser, sobretudo, honesta. Nesse sentido, todo meu repúdio aos vilões do amor, que desde a chegada das caravelas estão se banqueteando com as riquezas  alheias. A eles, nenhuma concessão.

9 comentários:

PIBID PEDAGOGIA UNISUL PB disse...

Passos de formiga ou de tartaruga, mas agora sempre passos rápidos em direção a manutenção da exploração.
Os acordos políticos costurados viraram um remendão feio. Maluf se arvorando ao lado de petistas.
Ganhamos mais com PT na oposição. Junto com o PT no governo foi a Cut!
Elin Ceryno- professora

Lourival Ramos disse...

Cara Elaine!
Entre outros, eu leio o Globo (Merval Pereira, Ricardo Noblat e editoriais), Folha de São Paulo, o Estadão de São Paulo, Revista Veja, Rodrigo Constantino, Baguete (Janer Cristaldo), Mídia Sem Máscara, Percival Puggina, diariamente.
Tranquilamente, o PARTIDO DO MENSALÃO (pt) é o partido MAIS CORRUPTO DA HISTÓRIA DO BRASIL. Conforme Joaquim Barbosa, por exemplo, o partido é uma quadrilha.
O PARTIDO DO MENSALÃO só teve sucesso naquilo que achou pronto e as circunstâncias favoreceram. Mais especificamente, o Plano Real e a Lei da Responsabilidade Fiscal , “ajudados” pela excepcional condição favorável da economia mundial (no período de 2003 a 2008, em especial), permitiram ao APEDEUTA manter as aparências de boa gestão.
Nada de concreto foi feito em nossa EDUCAÇÃO, SEGURANÇA, INFRAESTRUTURA DE PRODUÇÃO (portos, rodovias, ferrovias, etc), que caracterizasse uma boa gestão do APEDEUTA lulla e sua claque.
Claramente, vê-se que és uma “petista disfarçada”. Tu pareces com aquele deputado petista, AIRTON SOARES, que foi expulso do PARTIDO DO MENSALÃO e o defende, “disfarçadamente”, na TV Cultura SP. Provavelmente, deixou “furos” ou se aproveita das benesses do Partido do Mensalão.
Se não és uma “petista disfarçada”, é uma INOCENTE ÚTIL.
Por favor, seja AUTÊNTICA: ASSUMA TUAS POSIÇÕES. Sabes que uma das condições de o ser humano ser feliz é ser AUTÊNTICO?
Ou tens “simpatia” pelo socialismo defendido pelo PSOL, PSTU, PC do B e outros partidos que prejudicam a nossa democracia?
Em que partido político estás filiada?
Faço-te um pedido: NÃO ENGANE PESSOAS.
Lourival Ramos

Lourival Ramos disse...

Cara Elaine!
Hoje, li com mais atenção o teu comentário: Qual a “culpa” do PT?
Claramente, notei que és socialista.
“Quase não há resposta à pergunta sobre quais são os argumentos a favor do socialismo, porque a maior parte dos argumentos dos socialistas não é em favor do socialismo, mas contra o capitalismo. Mais do que falhas econômicas, atribuem ao capitalismo supostos defeitos morais. Só que, nos últimos cem anos, os socialistas tiveram de ir mudando seus argumentos contra o capitalismo à medida que seus argumentos iam caindo.” http://www.midiasemmascara.org/artigos/economia/15242-como-justificar-o-socialismo.html, em 05.06.2014.
Leia o comentário acima. Verás: estás “no mundo da lua”.
Gostaria que me respondesses algumas perguntas resultantes de algumas bobagens que afirmaste no citado comentário, embora eu não cite todas.
1ª) Bobagem: “...já denunciava o grande golpe dado nos trabalhadores públicos com a contra-reforma da Previdência.”
Diga-me qual o grande golpe dado nos trabalhadores públicos?
2ª) Bobagem: As pessoas estão morrendo nos hospitais. Não é” culpa” do PT.
Por que a culpa maior não é do PT, se a saúde piorou nos Governos do Partido do Mensalão? Que achas do Programa “Mais Médicos” escravizando cubanos?
3ª)Bobagem: “Os governos petistas criaram universidades em lugares inauditos, inimagináveis.”
Estas universidades funcionam? Responda ao Estado de São Paulo, em 04.06.2012 (As Universidades de Lula): Um ano e meio depois de ter deixado o governo, algumas das universidades por ele inauguradas com muita pompa, circunstância e rojão funcionam em instalações emprestadas e prédios improvisados, sem água, refeitório, biblioteca e professores em número suficiente. O câmpus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em Guarulhos é uma boa amostra do tipo de instituições de ensino erguidas pelo presidente "recordista" com a preocupação precípua de "mostrar serviço".
4ª) Bobagem: “Também, é importante a consolidação da política de cotas, que trouxe os negros e os índios.....”
Por que não usar o critério mais democrático, o mérito?
5ª) Bobagem: “Precisamos de um estado que enfrente o modo de vida capitalista.”
Descreva as características deste Estado.
6ª) Bobagem: “Um governo do PSDB, do DEM, ou do PP não servem, porque eles estão claramente comprometidos com a elite e não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria.”
Esta talvez tenha sido a MAIOR BOBAGEM.
Se o PSDB e DEM usaram a democracia como forma de governo, por que não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria?
Nomine esta ELITE e aponte os caminhos para com ela não se comprometer.
7ª) Bobagem: “Como bem definiu o economista Marcelo Carcanholo (outro marxista desmiolado), também no XIX ENEP, não podemos ter como horizonte administrar o estado capitalista dependente,...........”
O que é um estado capitalista dependente? Por que o governante capitalista tem pouca margem de manobra? Qual o sistema ou forma de governo que recomendas?
8ª) Bobagem: “Então nesses dias que antecedem a Copa e as jogadas eleitorais, é hora de refletir o mundo que queremos, ancorados em nossas utopias.”
Quais são as jogadas eleitorais e seus autores? Que mundo nos recomendas?
Lourival Ramos

Lourival Ramos disse...

Cara Elaine!
Hoje, li com mais atenção o teu comentário: Qual a “culpa” do PT?
Claramente, notei que és socialista.
“Quase não há resposta à pergunta sobre quais são os argumentos a favor do socialismo, porque a maior parte dos argumentos dos socialistas não é em favor do socialismo, mas contra o capitalismo. Mais do que falhas econômicas, atribuem ao capitalismo supostos defeitos morais. Só que, nos últimos cem anos, os socialistas tiveram de ir mudando seus argumentos contra o capitalismo à medida que seus argumentos iam caindo.” http://www.midiasemmascara.org/artigos/economia/15242-como-justificar-o-socialismo.html, em 05.06.2014.
Leia o comentário acima. Verás: estás “no mundo da lua”.
Gostaria que me respondesses algumas perguntas resultantes de algumas bobagens que afirmaste no citado comentário, embora eu não cite todas.
1ª) Bobagem: “...já denunciava o grande golpe dado nos trabalhadores públicos com a contra-reforma da Previdência.”
Diga-me qual o grande golpe dado nos trabalhadores públicos?
2ª) Bobagem: As pessoas estão morrendo nos hospitais. Não é” culpa” do PT.
Por que a culpa maior não é do PT, se a saúde piorou nos Governos do Partido do Mensalão? Que achas do Programa “Mais Médicos” escravizando cubanos?
3ª)Bobagem: “Os governos petistas criaram universidades em lugares inauditos, inimagináveis.”
Estas universidades funcionam? Responda ao Estado de São Paulo, em 04.06.2012 (As Universidades de Lula): Um ano e meio depois de ter deixado o governo, algumas das universidades por ele inauguradas com muita pompa, circunstância e rojão funcionam em instalações emprestadas e prédios improvisados, sem água, refeitório, biblioteca e professores em número suficiente. O câmpus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em Guarulhos é uma boa amostra do tipo de instituições de ensino erguidas pelo presidente "recordista" com a preocupação precípua de "mostrar serviço".
4ª) Bobagem: “Também, é importante a consolidação da política de cotas, que trouxe os negros e os índios.....”
Por que não usar o critério mais democrático, o mérito?
5ª) Bobagem: “Precisamos de um estado que enfrente o modo de vida capitalista.”
Descreva as características deste Estado.
6ª) Bobagem: “Um governo do PSDB, do DEM, ou do PP não servem, porque eles estão claramente comprometidos com a elite e não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria.”
Esta talvez tenha sido a MAIOR BOBAGEM.
Se o PSDB e DEM usaram a democracia como forma de governo, por que não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria?
Nomine esta ELITE e aponte os caminhos para com ela não se comprometer.
7ª) Bobagem: “Como bem definiu o economista Marcelo Carcanholo (outro marxista desmiolado), também no XIX ENEP, não podemos ter como horizonte administrar o estado capitalista dependente,...........”
O que é um estado capitalista dependente? Por que o governante capitalista tem pouca margem de manobra? Qual o sistema ou forma de governo que recomendas?
8ª) Bobagem: “Então nesses dias que antecedem a Copa e as jogadas eleitorais, é hora de refletir o mundo que queremos, ancorados em nossas utopias.”
Quais são as jogadas eleitorais e seus autores? Que mundo nos recomendas?
Lourival Ramos

Lourival Ramos disse...

Cara Elaine!
Hoje, li com mais atenção o teu comentário: Qual a “culpa” do PT?
Claramente, notei que és socialista.
“Quase não há resposta à pergunta sobre quais são os argumentos a favor do socialismo, porque a maior parte dos argumentos dos socialistas não é em favor do socialismo, mas contra o capitalismo. Mais do que falhas econômicas, atribuem ao capitalismo supostos defeitos morais. Só que, nos últimos cem anos, os socialistas tiveram de ir mudando seus argumentos contra o capitalismo à medida que seus argumentos iam caindo.” http://www.midiasemmascara.org/artigos/economia/15242-como-justificar-o-socialismo.html, em 05.06.2014.
Leia o comentário acima. Verás: estás “no mundo da lua”.
Gostaria que me respondesses algumas perguntas resultantes de algumas bobagens que afirmaste no citado comentário, embora eu não cite todas.
1ª) Bobagem: “...já denunciava o grande golpe dado nos trabalhadores públicos com a contra-reforma da Previdência.”
Diga-me qual o grande golpe dado nos trabalhadores públicos?
2ª) Bobagem: As pessoas estão morrendo nos hospitais. Não é” culpa” do PT.
Por que a culpa maior não é do PT, se a saúde piorou nos Governos do Partido do Mensalão? Que achas do Programa “Mais Médicos” escravizando cubanos?
3ª)Bobagem: “Os governos petistas criaram universidades em lugares inauditos, inimagináveis.”
Estas universidades funcionam? Responda ao Estado de São Paulo, em 04.06.2012 (As Universidades de Lula): Um ano e meio depois de ter deixado o governo, algumas das universidades por ele inauguradas com muita pompa, circunstância e rojão funcionam em instalações emprestadas e prédios improvisados, sem água, refeitório, biblioteca e professores em número suficiente. O câmpus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em Guarulhos é uma boa amostra do tipo de instituições de ensino erguidas pelo presidente "recordista" com a preocupação precípua de "mostrar serviço".
4ª) Bobagem: “Também, é importante a consolidação da política de cotas, que trouxe os negros e os índios.....”
Por que não usar o critério mais democrático, o mérito?
5ª) Bobagem: “Precisamos de um estado que enfrente o modo de vida capitalista.”
Descreva as características deste Estado.
6ª) Bobagem: “Um governo do PSDB, do DEM, ou do PP não servem, porque eles estão claramente comprometidos com a elite e não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria.”
Esta talvez tenha sido a MAIOR BOBAGEM.
Se o PSDB e DEM usaram a democracia como forma de governo, por que não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria?
Nomine esta ELITE e aponte os caminhos para com ela não se comprometer.
7ª) Bobagem: “Como bem definiu o economista Marcelo Carcanholo (outro marxista desmiolado), também no XIX ENEP, não podemos ter como horizonte administrar o estado capitalista dependente,...........”
O que é um estado capitalista dependente? Por que o governante capitalista tem pouca margem de manobra? Qual o sistema ou forma de governo que recomendas?
8ª) Bobagem: “Então nesses dias que antecedem a Copa e as jogadas eleitorais, é hora de refletir o mundo que queremos, ancorados em nossas utopias.”
Quais são as jogadas eleitorais e seus autores? Que mundo nos recomendas?
Lourival Ramos

Lourival Ramos disse...

Cara Elaine!
Hoje, li com mais atenção o teu comentário: Qual a “culpa” do PT?
Claramente, notei que és socialista.
“Quase não há resposta à pergunta sobre quais são os argumentos a favor do socialismo, porque a maior parte dos argumentos dos socialistas não é em favor do socialismo, mas contra o capitalismo. Mais do que falhas econômicas, atribuem ao capitalismo supostos defeitos morais. Só que, nos últimos cem anos, os socialistas tiveram de ir mudando seus argumentos contra o capitalismo à medida que seus argumentos iam caindo.” http://www.midiasemmascara.org/artigos/economia/15242-como-justificar-o-socialismo.html, em 05.06.2014.
Leia o comentário acima. Verás: estás “no mundo da lua”.
Gostaria que me respondesses algumas perguntas resultantes de algumas bobagens que afirmaste no citado comentário, embora eu não cite todas.
1ª) Bobagem: “...já denunciava o grande golpe dado nos trabalhadores públicos com a contra-reforma da Previdência.”
Diga-me qual o grande golpe dado nos trabalhadores públicos?
2ª) Bobagem: As pessoas estão morrendo nos hospitais. Não é” culpa” do PT.
Por que a culpa maior não é do PT, se a saúde piorou nos Governos do Partido do Mensalão? Que achas do Programa “Mais Médicos” escravizando cubanos?
3ª)Bobagem: “Os governos petistas criaram universidades em lugares inauditos, inimagináveis.”
Estas universidades funcionam? Responda ao Estado de São Paulo, em 04.06.2012 (As Universidades de Lula): Um ano e meio depois de ter deixado o governo, algumas das universidades por ele inauguradas com muita pompa, circunstância e rojão funcionam em instalações emprestadas e prédios improvisados, sem água, refeitório, biblioteca e professores em número suficiente. O câmpus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em Guarulhos é uma boa amostra do tipo de instituições de ensino erguidas pelo presidente "recordista" com a preocupação precípua de "mostrar serviço".
4ª) Bobagem: “Também, é importante a consolidação da política de cotas, que trouxe os negros e os índios.....”
Por que não usar o critério mais democrático, o mérito?
5ª) Bobagem: “Precisamos de um estado que enfrente o modo de vida capitalista.”
Descreva as características deste Estado.
6ª) Bobagem: “Um governo do PSDB, do DEM, ou do PP não servem, porque eles estão claramente comprometidos com a elite e não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria.”
Esta talvez tenha sido a MAIOR BOBAGEM.
Se o PSDB e DEM usaram a democracia como forma de governo, por que não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria?
Nomine esta ELITE e aponte os caminhos para com ela não se comprometer.
7ª) Bobagem: “Como bem definiu o economista Marcelo Carcanholo (outro marxista desmiolado), também no XIX ENEP, não podemos ter como horizonte administrar o estado capitalista dependente,...........”
O que é um estado capitalista dependente? Por que o governante capitalista tem pouca margem de manobra? Qual o sistema ou forma de governo que recomendas?
8ª) Bobagem: “Então nesses dias que antecedem a Copa e as jogadas eleitorais, é hora de refletir o mundo que queremos, ancorados em nossas utopias.”
Quais são as jogadas eleitorais e seus autores? Que mundo nos recomendas?
Lourival Ramos

Lourival Ramos disse...

Cara Elaine!
Hoje, li com mais atenção o teu comentário: Qual a “culpa” do PT?
Claramente, notei que és socialista.
“Quase não há resposta à pergunta sobre quais são os argumentos a favor do socialismo, porque a maior parte dos argumentos dos socialistas não é em favor do socialismo, mas contra o capitalismo. Mais do que falhas econômicas, atribuem ao capitalismo supostos defeitos morais. Só que, nos últimos cem anos, os socialistas tiveram de ir mudando seus argumentos contra o capitalismo à medida que seus argumentos iam caindo.” http://www.midiasemmascara.org/artigos/economia/15242-como-justificar-o-socialismo.html, em 05.06.2014.
Leia o comentário acima. Verás: estás “no mundo da lua”.
Gostaria que me respondesses algumas perguntas resultantes de algumas bobagens que afirmaste no citado comentário, embora eu não cite todas.
1ª) Bobagem: “...já denunciava o grande golpe dado nos trabalhadores públicos com a contra-reforma da Previdência.”
Diga-me qual o grande golpe dado nos trabalhadores públicos?
2ª) Bobagem: As pessoas estão morrendo nos hospitais. Não é” culpa” do PT.
Por que a culpa maior não é do PT, se a saúde piorou nos Governos do Partido do Mensalão? Que achas do Programa “Mais Médicos” escravizando cubanos?
3ª)Bobagem: “Os governos petistas criaram universidades em lugares inauditos, inimagináveis.”
Estas universidades funcionam? Responda ao Estado de São Paulo, em 04.06.2012 (As Universidades de Lula): Um ano e meio depois de ter deixado o governo, algumas das universidades por ele inauguradas com muita pompa, circunstância e rojão funcionam em instalações emprestadas e prédios improvisados, sem água, refeitório, biblioteca e professores em número suficiente. O câmpus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em Guarulhos é uma boa amostra do tipo de instituições de ensino erguidas pelo presidente "recordista" com a preocupação precípua de "mostrar serviço".
4ª) Bobagem: “Também, é importante a consolidação da política de cotas, que trouxe os negros e os índios.....”
Por que não usar o critério mais democrático, o mérito?
5ª) Bobagem: “Precisamos de um estado que enfrente o modo de vida capitalista.”
Descreva as características deste Estado.
6ª) Bobagem: “Um governo do PSDB, do DEM, ou do PP não servem, porque eles estão claramente comprometidos com a elite e não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria.”
Esta talvez tenha sido a MAIOR BOBAGEM.
Se o PSDB e DEM usaram a democracia como forma de governo, por que não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria?
Nomine esta ELITE e aponte os caminhos para com ela não se comprometer.
7ª) Bobagem: “Como bem definiu o economista Marcelo Carcanholo (outro marxista desmiolado), também no XIX ENEP, não podemos ter como horizonte administrar o estado capitalista dependente,...........”
O que é um estado capitalista dependente? Por que o governante capitalista tem pouca margem de manobra? Qual o sistema ou forma de governo que recomendas?
8ª) Bobagem: “Então nesses dias que antecedem a Copa e as jogadas eleitorais, é hora de refletir o mundo que queremos, ancorados em nossas utopias.”
Quais são as jogadas eleitorais e seus autores? Que mundo nos recomendas?
Lourival Ramos

Lourival Ramos disse...

Cara Elaine!
Hoje, li com mais atenção o teu comentário: Qual a “culpa” do PT?
Claramente, notei que és socialista.
“Quase não há resposta à pergunta sobre quais são os argumentos a favor do socialismo, porque a maior parte dos argumentos dos socialistas não é em favor do socialismo, mas contra o capitalismo. Mais do que falhas econômicas, atribuem ao capitalismo supostos defeitos morais. Só que, nos últimos cem anos, os socialistas tiveram de ir mudando seus argumentos contra o capitalismo à medida que seus argumentos iam caindo.” http://www.midiasemmascara.org/artigos/economia/15242-como-justificar-o-socialismo.html, em 05.06.2014.
Leia o comentário acima. Verás: estás “no mundo da lua”.
Gostaria que me respondesses algumas perguntas resultantes de algumas bobagens que afirmaste no citado comentário, embora eu não cite todas.
1ª) Bobagem: “...já denunciava o grande golpe dado nos trabalhadores públicos com a contra-reforma da Previdência.”
Diga-me qual o grande golpe dado nos trabalhadores públicos?
2ª) Bobagem: As pessoas estão morrendo nos hospitais. Não é” culpa” do PT.
Por que a culpa maior não é do PT, se a saúde piorou nos Governos do Partido do Mensalão? Que achas do Programa “Mais Médicos” escravizando cubanos?
3ª)Bobagem: “Os governos petistas criaram universidades em lugares inauditos, inimagináveis.”
Estas universidades funcionam? Responda ao Estado de São Paulo, em 04.06.2012 (As Universidades de Lula): Um ano e meio depois de ter deixado o governo, algumas das universidades por ele inauguradas com muita pompa, circunstância e rojão funcionam em instalações emprestadas e prédios improvisados, sem água, refeitório, biblioteca e professores em número suficiente. O câmpus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em Guarulhos é uma boa amostra do tipo de instituições de ensino erguidas pelo presidente "recordista" com a preocupação precípua de "mostrar serviço".
4ª) Bobagem: “Também, é importante a consolidação da política de cotas, que trouxe os negros e os índios.....”
Por que não usar o critério mais democrático, o mérito?
5ª) Bobagem: “Precisamos de um estado que enfrente o modo de vida capitalista.”
Descreva as características deste Estado.
6ª) Bobagem: “Um governo do PSDB, do DEM, ou do PP não servem, porque eles estão claramente comprometidos com a elite e não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria.”
Esta talvez tenha sido a MAIOR BOBAGEM.
Se o PSDB e DEM usaram a democracia como forma de governo, por que não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria?
Nomine esta ELITE e aponte os caminhos para com ela não se comprometer.
7ª) Bobagem: “Como bem definiu o economista Marcelo Carcanholo (outro marxista desmiolado), também no XIX ENEP, não podemos ter como horizonte administrar o estado capitalista dependente,...........”
O que é um estado capitalista dependente? Por que o governante capitalista tem pouca margem de manobra? Qual o sistema ou forma de governo que recomendas?
8ª) Bobagem: “Então nesses dias que antecedem a Copa e as jogadas eleitorais, é hora de refletir o mundo que queremos, ancorados em nossas utopias.”
Quais são as jogadas eleitorais e seus autores? Que mundo nos recomendas?
Lourival Ramos

Lourival Ramos disse...

Cara Elaine!
Hoje, li com mais atenção o teu comentário: Qual a “culpa” do PT?
Claramente, notei que és socialista.
“Quase não há resposta à pergunta sobre quais são os argumentos a favor do socialismo, porque a maior parte dos argumentos dos socialistas não é em favor do socialismo, mas contra o capitalismo. Mais do que falhas econômicas, atribuem ao capitalismo supostos defeitos morais. Só que, nos últimos cem anos, os socialistas tiveram de ir mudando seus argumentos contra o capitalismo à medida que seus argumentos iam caindo.” http://www.midiasemmascara.org/artigos/economia/15242-como-justificar-o-socialismo.html, em 05.06.2014.
Leia o comentário acima. Verás: estás “no mundo da lua”.
Gostaria que me respondesses algumas perguntas resultantes de algumas bobagens que afirmaste no citado comentário, embora eu não cite todas.
1ª) Bobagem: “...já denunciava o grande golpe dado nos trabalhadores públicos com a contra-reforma da Previdência.”
Diga-me qual o grande golpe dado nos trabalhadores públicos?
2ª) Bobagem: As pessoas estão morrendo nos hospitais. Não é” culpa” do PT.
Por que a culpa maior não é do PT, se a saúde piorou nos Governos do Partido do Mensalão? Que achas do Programa “Mais Médicos” escravizando cubanos?
3ª)Bobagem: “Os governos petistas criaram universidades em lugares inauditos, inimagináveis.”
Estas universidades funcionam? Responda ao Estado de São Paulo, em 04.06.2012 (As Universidades de Lula): Um ano e meio depois de ter deixado o governo, algumas das universidades por ele inauguradas com muita pompa, circunstância e rojão funcionam em instalações emprestadas e prédios improvisados, sem água, refeitório, biblioteca e professores em número suficiente. O câmpus da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em Guarulhos é uma boa amostra do tipo de instituições de ensino erguidas pelo presidente "recordista" com a preocupação precípua de "mostrar serviço".
4ª) Bobagem: “Também, é importante a consolidação da política de cotas, que trouxe os negros e os índios.....”
Por que não usar o critério mais democrático, o mérito?
5ª) Bobagem: “Precisamos de um estado que enfrente o modo de vida capitalista.”
Descreva as características deste Estado.
6ª) Bobagem: “Um governo do PSDB, do DEM, ou do PP não servem, porque eles estão claramente comprometidos com a elite e não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria.”
Esta talvez tenha sido a MAIOR BOBAGEM.
Se o PSDB e DEM usaram a democracia como forma de governo, por que não são capazes de fazer qualquer concessão à maioria?
Nomine esta ELITE e aponte os caminhos para com ela não se comprometer.
7ª) Bobagem: “Como bem definiu o economista Marcelo Carcanholo (outro marxista desmiolado), também no XIX ENEP, não podemos ter como horizonte administrar o estado capitalista dependente,...........”
O que é um estado capitalista dependente? Por que o governante capitalista tem pouca margem de manobra? Qual o sistema ou forma de governo que recomendas?
8ª) Bobagem: “Então nesses dias que antecedem a Copa e as jogadas eleitorais, é hora de refletir o mundo que queremos, ancorados em nossas utopias.”
Quais são as jogadas eleitorais e seus autores? Que mundo nos recomendas?
Lourival Ramos